Enquire Now
Pagina inicialEstudos de casoO conforto aprimora o exame de papéis

O conforto aprimora o exame de papéis

Bydezembro 1, 2017Estudos de caso

Ao mudar para o microscópio Lynx revolucionário, um dos maiores produtores de papel do mundo eliminou a fadiga e o cansaço de usar microscópios tradicionais para inspeção de amostras, melhorando muito a produtividade.

Tempo de uso limitado para microscópios tradicionais

The revolutionary Lynx microscope

Para diminuir a fadiga dos olhos, pescoço e dor nas costas, Donohue somente permitiu os operadores de inspecionarem manualmente as amostras de papéis por, no máximo, duas horas ao usar escopos tradicionais.

“Para manter o mais alto nível de qualidade na consistência do papel, usamos inspeção de microscópio com base em amostras durante todas as etapas do nosso processo de fabricação, desde papel de filtro e amostras de celulose até jornais finalizados”, explica Frank Azzoli, tecnólogo em pesquisa da Donohue.

“Por natureza, isso pode ser um trabalho muito tedioso e monótono que exige sentar na frente de um microscópio por longos períodos. Nossos operadores poderiam, portanto, não usar fisicamente nossos microscópios tradicionais por mais de duas horas sem que isso se tornar excessivamente cansativo. Além disso, eles, frequentemente, se esforçam para manter o rendimento e a precisão da inspeção.”

Tecnologia óptica sem lente

A empresa canadense de 2 bilhões de dólares, Donohue, é uma das cinco maiores fabricantes de papel do mundo, produzindo cerca de 2,4 milhões de toneladas métricas de jornais reciclados e papéis de mídia de todos os níveis por ano. Além de cinco fábricas de papel de jornal no Canadá e duas nos EUA, a Donahue também é uma grande recicladora de papel com quatro operações de reciclagem no Canadá e Estados Unidos.

A Donohue recentemente comprou um microscópio estéreo Lynx da Vision Engineering para a fábrica de Thorold, Ontario no Canadá, que também inspeciona amostras de papel de três outras fábricas em Basie Comeau, Sheldon e Texas.

O Lynx utiliza o que é conhecido como tecnologia óptica sem lente para obter uma ampla muito grande de liberdade de visualização estéreo (lentes duplas) que elimina a necessidade da equipe de operadores de inspeção ficarem observarem através de lentes tradicionais.

“Quando um microscópio Lynx foi demonstrado para nós, ele teve um grande impacto, nos mostrando um design extremamente novo que oferecia muitas vantagens,” disse Azzoli. “A observação teve êxito e muita qualidade, e o microscópio tinha a flexibilidade de adaptar-se as nossas futuras necessidades.”

O sistema Lynx oferece liberdade excepcional

O sistema Lynx da Vision Engineering permite que os usuários fiquem a uma distância de 31 cm durante a visualização, e, em combinação com sua flexibilidade angular, oferece uma liberdade excepcional de movimento para a cabeça e conforto, pois os operadores são encorajados a sentar corretamente ao usar o instrumento.

A tecnologia sem lente até mesmo permite que os usuários usem óculos ou lentes de contato.

“Nossos operadores de inspeção foram imediatamente capazes de adotar uma postura melhor para o trabalho microscópico estendido e ficaram muito confortáveis ao usar o instrumento”, adiciona Azzoli.

“Como resultado, agora é possível inspecionar amostras de papel com escopo de até 5 horas por dia”, continua Azzoli.

A Donohue usou microscópios tradicionais por oito anos para examinar classe e contagens de contaminantes de papel (normalmente na categoria 10) para partículas de 0,6 mm² e acima.

Os parâmetros de inspeção incluíam propriedade da densidade do papel, estado de remoção da tinta (livre ou fixa), a efetividade da remoção de etiquetas, derretimento a quente e colagens e as medições de contaminantes da tinta, plástico, laminados, partículas, areia, partículas de metal e fibra. Além disso, a Donohue usou microscópios para avaliar o desempenho de tecnologias de processos de produção novas e existentes, e sistemas de remoção e limpeza de contaminantes.

Enquanto um microscópio estéreo padrão possui ampliação de cerca de 40x, o Lynx é capaz de obter ampliações muito maiores, de 120x. Isso o torna uma ferramenta de inspeção fácil de usar e altamente flexível, o que impressionou tanto a Donahue que eles agora estão pretendendo usar o Lynx para um número muito maior de aplicações, incluindo P&D.

“Embora a Donohue não exija todas as capacidades de ampliação do Lynx, já recomendamos a ferramenta para nossas equipes de P&D que gostaram muito dos recursos do Lynx”, diz Azzoli. “Para medições de classe e contagens de contaminantes de papel com partículas de 0,06 mm², usamos uma calibração de 20x, mas o Lynx pode ser rapidamente configurado para obtenção de avaliações mais detalhadas através de uma simples alteração de lentes objetivas.

Benefícios do Lynx

No entanto, usar uma ferramenta de inspeção com capacidades de ampliação tão latentes significa que a Donahue está se beneficiando de uma qualidade de resolução excelente que não poderia ser obtida por meios alternativos.

“Originalmente consideramos usar uma câmera de alta resolução e tela de exibição para ajudar nossos operadores a inspecionarem as amostras”, reflete Azzoli.

“Mas a resolução simplesmente não era boa suficiente para nossas necessidades. Além disso, o Lynx oferece uma excelente profundidade de visualização de campo e visão periférica de 360 graus. Isso permite que outras equipes da Donahue visualizem e discutam simultaneamente as amostras enquanto se posicionam na frente do objeto.”

Aumento na velocidade de trabalho

A facilidade de uso do Lynx também acelerou bastante a velocidade de inspeção dos operadores da Donahue.

“Antes de instalarmos o microscópio Lynx, nossos operadores demoravam cerca de 10-20 minutos para inspecionar completamente uma amostra de papel”, afirma Azzoli.

“Devido a facilidade de uso e qualidade de imagem do Lynx, uma inspeção idêntica agora leva apenas 5-10 minutos, o que significa que agora podemos ter uma produção adicional.”

“Antes de instalarmos o Lynx, nossos operadores ficaram com medo de usar nosso microscópio antigo para trabalho de inspeção. Mas isso era um trabalho que deveria ser feito, pois não poderíamos reduzir a quantidade de amostras aleatórias sem atender de modo insuficiente nossos requisitos de segurança estatística.”

“O escopo do Lynx da Vision Engineering, no entanto, tornou essa tarefa muito mais fácil e tranquila que o trabalho é concluído em muito menos tempo e os operadores não sofrem mais de dores de cabeça inevitáveis e dores físicas advindas do foco mental exigido para o uso de escopos tradicionais. Isso significa que agora obtemos os prazos dos projetos mais cedo com melhor precisão, pois nossos operadores se sentem menos estressados e capazes de tomarem medições e decisões melhores.

A ergonomia de design do Lynx também permite que o escopo seja configurado e deixado sem qualquer intervenção do operador.

“Nossos microscópios antigos tiveram que ser manualmente inclinados a 30 graus para obtermos uma visualização de inspeção suficiente que exigiu o uso de duas mãos na operação. Com a etapa de flutuação ajustável do Lynx, as amostras podem ser inclinadas até o ângulo desejado e permanecerão firmemente no lugar. Isso deixa o operador livre para usas as mãos para fazer anotações, investigações e contagens, o que novamente melhorou significativamente a produtividade ao trabalhar no escopo.”

Os operadores da Donohue que agora usam o Lynx dizem que o microscópio transformou a qualidade de seu trabalho diário.

“Ao usar o Lynx, a precisão da inspeção e a produtividade de nossos operadores quase duplicou”, resume Azzoli. “De fato, quando você se acostuma a usar o Lynx, ele se torna uma ferramenta de inspeção que, como dirigir um carro, todos os movimentos de operação necessários se tornam automáticos. Isso significa que obtivemos uma ferramenta de inspeção incrivelmente potente que não apenas atende as nossas necessidades existentes e futuras, mas que também irá, provavelmente, pagar por si mesmo em um período muito curto.”